Materiais de apoio

Materiais de apoio para download

Perguntas e Respostas sobre o
Projeto Paulo de Tarso

O que é o projeto?

É uma iniciativa para expandir o Evangelho, inspirado no esforço peregrino de Paulo de Tarso para a divulgação das mensagens do Mestre em lugares cada vez mais distantes.

Como aplicar?

Toda oportunidade de apoiar, estruturar, operar e multiplicar caminhos para a expansão do Bem, no sentido de libertação do Espírito, é recurso para que cada um contribua espiritualmente com o Projeto.

Quem deve fazer parte do Projeto?

O convite é para todos e a oportunidade é para a humanidade.
Podem fazer parte do Projeto todos aqueles que desejarem compartilhar seus melhores sentimentos e vivências em relação ao Evangelho com o seu próximo, cujo coração foi tocado e despertado para a caridade e para o ideal de servir a humanidade e que desejem levar adiante a palavra, os ensinamentos e o Evangelho do Mestre.

Quem pode aplicar o projeto Paulo de Tarso?

Pode ser você, espírita ou não, formando uma rede espiritual de apoio, pois novos grupos podem formar outros novos grupos – um apoiando o outro, de forma descentralizada, por regional.

Quem dá suporte ao Projeto?

A Aliança Espírita Evangélica através do seu Centro de Apoio ao Projeto Paulo de Tarso, por meio do site http://www.projetopaulodetarso.com.br, e-mail projetopaulodetarso@alianca.org.br ou o 0800 110 164.

Existe um formato para se levar o Evangelho a uma pessoa ou a um grupo?

Não, não há padrão pré-estabelecido. O Evangelho deve ser divulgado em qualquer porta aberta, por meio de conversas, palestras, visitas, contatos com os interessados, e também pelas ações sociais e evangelizadoras do seu grupo espírita e ainda pelos programas da Aliança Espírita Evangélica. Basta que você pense fora das paredes do seu convívio e tenha vontade de levar o Evangelho em todos os lugares e para todos os interessados.
Em tempo adequado, os programas da AEE podem ser aplicados como consequência da ação que você se propôs a fazer, seja ela social, de estudo, de caravana, de auxílio a alguém ou a um grupo de pessoas.

Como é esse pensar fora das paredes dos grupos espíritas?

Fazer o bem ao próximo dentro das casas espíritas é tarefa diária e já praticada nos nossos trabalhos, mas assim como os primeiros discípulos, precisamos levar a palavra do Mestre também para fora de nossos Centros e do nosso convívio. Inspirados neste ideal, procuraremos continuamente aplicar o Evangelho de forma objetiva nas oportunidades do mundo.

Quais atitudes podem ser adotadas? Com quais tipos de trabalho?

Por meio de algumas ferramentas que estão ao nosso alcance:
• Implantação do Evangelho no Lar
Aplicando o Evangelho no Lar em minha própria casa, e divulgando a todo aquele que estiver receptivo. Instruindo, auxiliando e motivando meus próximos neste estudo.
Não é necessário ser espírita, aluno ou voluntário de casa espírita para aplicar o Evangelho em seu lar, basta o desejo em ‘abrir sua porta ao Mestre’.
• Caravanas de Evangelização e Auxílio
• Vibrações da 22:00 horas
• Curso Básico do Espiritismo: Método Presencial, Método Grupo a Distância, Método a Distância Individual
• Escola de Aprendizes do Evangelho: Método Presencial, Método Grupo a Distância, Método a Distância Individual
• Grupo Mediúnico: Apoio Mediúnico Vibrações; Sustentação; Resgates.
• Mocidade e Pré-mocidade
• Evangelização Infantil
• Fundação de um Centro Espírita
(vide o livro Vivencia no Espiritismo Religioso, editora Aliança)

Quais são os programas evangelizadores disponíveis na AEE?

Escola de Aprendizes do Evangelho (EAE) – com necessidade presencial do aluno e corpo de dirigentes seguindo material didático e programa estabelecidos.
Escola de Aprendizes do Evangelho a Distância (EAEd): na impossibilidade da frequência presencial em turma de EAE, o aluno pode participar a distância de forma – individual ou em grupo.
Escola de Aprendizes do Evangelho em Grupo de Estudos (EAEgd): é uma escola de vivência e estudo em grupo orientada a distância, com visita presencial de dirigentes ao grupo a cada três meses. É uma forma de evangelização disponível a todos.
Caravanas: qualquer processo de evangelização deve ter como objetivo a melhoria do ser. As caravanas são grupos que batem às portas para compartilhar os ensinamentos do Evangelho.
Evangelização Infantil – necessidade presencial de crianças coordenadas por dirigentes especializados dando enfoque na evolução e esclarecimento do Evangelho de Jesus na condução do ser em crescimento.
Pré-Mocidade e Mocidade Espírita – programa de evangelização do pré-adolescente e do adolescente discutindo sob a égide do Evangelho os assuntos concernentes a estas faixas etárias. Para a Mocidade, também é disponibilizado a Mocidade a Distância.
Qualquer ação na AEE pode levar o Evangelho ao próximo.

A quem pode ser aplicado o projeto Paulo de Tarso?

A qualquer pessoa ou grupo que tenha interesse na vivência cristã e no aprimoramento humano. A iniciativa de propagação do Evangelho deve ser proativa e sem formato inicial. Pode ser aplicado com palestras, caravanas, visitas assistenciais ou por qualquer outra forma de contato.

Como definir qual metodologia empregar na evangelização?

A ação que se propõe a fazer deve analisar os interessados levando-se em consideração: perfil educacional, local de aplicação, interesse e disponibilidade daqueles que querem participar.
“o Mestre escolhe o aluno quando este estiver pronto”. O amor, a palavra do Evangelho e a pro atividade são os melhores contatos iniciais. Um dos programas disponíveis pode ser aplicado com suporte do grupo mais próximo ou regional da Aliança, se necessitar.

Um amigo gostaria de conhecer o Evangelho, porém ele mora a 200km da minha casa. O que eu faço?

Evangelho é a palavra Divina em ação, e o Projeto Paulo de Tarso deve ser proativo. Comece com uma simples visita pergunte se há mais interessados e comece a visitá-los. Plante a semente da mensagem de Jesus no coração dos interessados e divulgue os programas da Aliança Espírita Evangélica exemplificando que estas ferramentas serão de grande valia em sua evolução espiritual.

Sou obrigado a formar uma Casa Espírita ou Escola de Aprendizes do Evangelho?

Não, não há uma só forma para levar ao próximo a palavra de Jesus. O objetivo do Projeto é evangelizar de forma ativa qualquer pessoa ou comunidade. Os programas, cursos, escolas ligadas à AEE ou a formação de casa espírita vêm com o tempo na evolução da ação evangelizadora.

Estou sozinho em minha região e meu grupo é pequeno, preciso de apoio. O que faço?

O projeto é uma rede espiritual de apoio mútuo e de solidariedade. Ao iniciar uma ação, você pode procurar pessoas que possam apoiá-lo. Pode ser um grupo espírita próximo, um grupo de estudos ou alguém de contato.

Conheço uma comunidade ribeirinha na qual gostaria de levar o Evangelho. Como aplico neste local?

Estabeleça visitas periódicas e com muito amor e simplicidade no coração divulgue o Evangelho. O vocabulário deve ser simples, claro e vindo do coração.

Que tipos de ação posso fazer para levar a palavra de Jesus?

É muito simples! Veja em quais bairros próximos há mais necessidades e visite-os, fale com as pessoas. Um plano pode começar com ação social ou Caravana.

Sempre quis levar o Evangelho na cidade vizinha a minha, porém não há grupo espírita nesta localidade. O que faço?

Converse com outras pessoas do grupo espírita ao qual você pertence e comente da sua vontade e projeto. Com certeza haverá interessados. Mesmo que haja só um adepto, comece a visitar a comunidade e com o tempo outros serão agregados nessa ação.

Meu grupo espírita faz ação social em uma comunidade na cidade vizinha há 3 anos. Como posso levar um programa evangelizador?

Você já tem abertura nesta comunidade. Converse com eles e estabeleça um simples estudo de Evangelho em data programada. Com o tempo veja o interesse em aplicar programas de escola ou continuar só com os estudos. O importante é levar a mensagem de Jesus para melhoria do homem.

Tenho boa vontade e não sigo religião, como aplicar?

Recomenda-se às pessoas nestas condições a contatar o Grupo de Apoio ao Projeto Paulo de Tarso através do Site: http://www.projetopaulodetarso.com.br enviando meios de contato para maiores esclarecimentos.

Sou aluno de EAE no grau de servidor, como aplicar?

Pode aplicar levando o Evangelho no lar às casas necessitadas de paz emocional, esta é uma aplicação imediata na sua condição de servidor.

Só posso fazer a divulgação dentro dos preceitos espíritas? O que tenho que falar de mais importante?

Não, pode ser divulgado através dos seus conhecimentos dos preceitos do Evangelho de Jesus. O mais importante é ouvir o seu interlocutor, auscultando a sua vontade e necessidade, assim você poderá saber conduzir a sua divulgação.

‘Não sou bom em fazer prece..’ Tem algum modelo que eu possa seguir a cada encontro? Como seria essa prece?

A prece recomendada é o “Pai Nosso”, mas poderá ser realizada uma oração com suas próprias palavras saídas do seu coração, isto é, com sentimento de amor.

Em quais locais poderemos nos reunir com as pessoas para falar do Evangelho? Pode ser uma praça pública? Numa calçada onde não atrapalhe o trânsito das pessoas? Na garagem? No quintal?

Independe do local. O importante é que seja em um lugar tranquilo, onde não haja possibilidade de distração e que possa despertar o interesse por aquilo que esta sendo divulgado.

Sou cristão e não espírita, como aplicar?

Você é cristão, segue o caminho e acredita no ideal de Jesus Cristo, em todo o seu legado. Indicamos que o irmão possa auxiliar esse projeto por meio de vibrações, levando a mensagem de Jesus da forma que você sentir que seja a melhor. Caso seja um simpatizante do espiritismo e haja interesse maior, procure o centro espírita mais próximo de sua casa para dar início às aulas do Curso Básico de Espiritismo. Não havendo centro próximo à sua residência, pode-se fazer este curso à distância, entrando em contato com a AEE através do site , e-mail, telefone.

Sou aluno de EAE no grau de discípulo, como aplicar?

Pode auxiliar abrindo novas caravanas de evangelização e auxílio, levando a mensagem de consolo nas situações de sofrimento, organizando ajuda espiritual para doentes e necessitados em nome do Divino Mestre, organizando trabalhos de apoio no centro espírita que frequenta, fazendo e ensinando pessoas a fazer o Evangelho no Lar, preces e vibrações, explicando os benefícios de cada recurso empregado e, principalmente, criando tarefas novas que ainda ninguém se dispôs a criar.

Como posso fazer o Evangelho no lar?

O Evangelho no lar deve ser feito em um dia e horário da semana determinados, seguindo uma regularidade, podendo ser feito sozinho, com a família e também amigos, determinando um lugar de sua preferência na casa. Pode-se colocar água filtrada para que esta seja fluidificada pelos benfeitores espirituais; Lê-se um trecho do Evangelho Segundo Espiritismo e em seguida recomenda-se fazer uma explicação ou uma reflexão do entendido da leitura efetuada, sempre de forma fraterna, nunca usando este momento para discutir, brigar ou impor nossas verdades. Após a leitura e reflexão, faz-se vibrações, podendo ser por todos os lares, pelos idosos, órfãos, prisioneiros, moradores de rua, crianças abandonadas, pelo bem universal, pela paz na terra, enfim, o que lhe vier ao coração de forma fraterna. Nesse momento também se pode vibrar pela família, pelas dificuldades passadas no momento, pela saúde de algum enfermo, ficando a critério dos participantes. Para encerrar, faz-se uma prece de agradecimento e pede-se a fluidificação da água. No Evangelho no lar não se recebe espíritos, não se testa a mediunidade, não se evoca espíritos, mas somente pede-se a eles o bom andamento com ideias e intuições que fluem naturalmente conforme a predisposição dos participantes.

Antes das visitas e ao chegar à casa da pessoa visitada, tenho que fazer alguma prece, oração antes de iniciar a conversa? Como fazer caso a pessoa não aceite?

Deve-se fazer uma prece simples, pedir a proteção do mentor e dos benfeitores espirituais antes de visitar a casa, para sua própria proteção. Dentro da casa, informar o intuito da visita de forma simples, educada e com um bom sorriso, convidando a pessoa fazer o Evangelho no lar ou estudo do Evangelho, informar que esta prática é simplesmente para conhecer melhor e com mais profundidade o Evangelho, que não há dogmas, não há castigos ou punições caso não haja interesse em fazê-lo, que independe da religião que se tenha. Deve-se somente falar sobre Jesus.
Caso a pessoa não aceite e não queira, não se deve insistir. Deve-se agradecer e se despedir cordialmente com um “fique com Deus, que a paz e amor de Jesus estejam contigo e com sua família hoje e sempre” como exemplo.

Sou aluno de Curso Básico, como aplicar?

Primeiramente, trata-se de um curso informativo sobre a Doutrina Espírita, seu histórico e princípios básicos. Seu programa é rápido, de natureza simples e objetiva, buscando uniformizar conceitos em relação ao espiritismo. Tem ainda a finalidade de preparar os alunos para o ingresso nas Escolas de Aprendizes do Evangelho.
Você deve sugerir o Curso Básico para todos aqueles que demonstrarem interesse em estudar a Doutrina Espírita, aqueles que em sua cidade há centros espíritas próximos da Aliança Espírita Evangélica (AEE), ou outros centros espíritas que tem como trabalho estudo do Evangelho de Jesus. Maiores informações podem ser obtidas através do site http://www.alianca.org.br, ou do site http://www.projetopaulodetarso.com.br do Grupo de Apoio SP/Capital do Projeto Paulo de Tarso.
Podem participar do Curso Básico jovens maiores de 18 anos.
O estudo pode ser feito num centro perto da sua casa ou de forma remota. Acesse o site http://www.alianca.org.br, leia sobre o curso e faça sua inscrição.
Uma vez concluído o Curso Básico você pode ser inscrever na Escola de Aprendizes do Evangelho.

Caso eu não consiga ajuda no meu centro, a quem posso recorrer?

Vá até o site http://www.alianca.org.br, procure as informações que deseja. Caso encontre mande um e-mail ou ligue para o telefone 0800-110 164, pelo site http://www.projetopaulodetarso.com.br.

Por que vibrar é importante?

Vibrar é importante porque é a forma que nos leva a uma harmonização interior, nos auxiliando na conquista de uma sintonização harmoniosa e pura, que concorra a oferecer aos benfeitores espirituais uma ambientação adequada e para estarmos próximos da Espiritualidade Divina com nossos pensamentos e sentimentos.

Sou aluno de EAE no grau de aprendiz, como aplicar?

Suas ferramentas de aplicação do Projeto Paulo de Tarso começa consigo mesmo, desenvolvendo o Evangelho no Lar e Vibrações das 22h e com a renovação de suas atitudes.
Pode a partir deste momento, agir como um multiplicador do Evangelho e do Evangelho no Lar divulgando, instruindo o desenvolvimento e suportando aqueles que o receberem.
Deve participar da Caravana de Evangelização e Auxílio que seu dirigente vai propor a partir da aula 32 da Escola de Aprendizes do Evangelho.
Pode ainda indicar o site da Aliança Espírita Evangélica para outras pessoas, apresentar a casa Espírita a outros companheiros, o Curso Básico e até a Escola de Aprendiz do Evangelho.
Estará auxiliando a muitos irmãos a receberem Jesus em seus lares.

Tenho que ser espírita para coordenar os estudos do Evangelho?

Não é necessário ser espírita, mas sim ter o ideal Cristão natural em seu ser. Para coordenar um estudo de Evangelho, primeiramente, deve estar se esforçando para se evangelizar.
A Aliança Espírita Evangélica através de seus programas de estudos proporciona a evangelização do ser pela Escola de Aprendizes do Evangelho.

Existe algum método que eu possa utilizar para reunir as pessoas para o estudo do Evangelho?

O estudo do Evangelho é uma reunião em determinado dia e hora da semana para esclarecimento coletivo dos ensinamentos cristãos, o Evangelho no Lar é um exemplo de aplicação.
“Porque onde estiverem reunidos em meu nome, lá estarei presente.” Jesus. (MATEUS, 18:20.)

Como posso vibrar pelo projeto?

Em suas preces pessoais, nas vibrações do Evangelho no Lar e todos os dias na vibração das 22h.

Como eu posso expandir o Evangelho? Tenho vontade, mas não sei por onde começar.

A expansão do Evangelho ocorrerá para onde sua consciência for despertada, onde for chamado a servir ou exemplificar, por amor a Jesus.
Não é necessário ser espírita, mas sim ter o ideal Cristão de forma natural em seu ser. E para isso primeiramente, deve estar se esforçando para se evangelizar.
Portanto, suas ferramentas para expansão do Evangelho começam consigo mesmo, desenvolvendo o Evangelho no Lar e Vibrações das 22h e com a renovação das suas atitudes.
Pode a partir deste momento, agir como um multiplicador do Evangelho e do Evangelho no Lar divulgando, instruindo o desenvolvimento e suportando aqueles que o receberem.
Pode ainda indicar o site da AEE para outras pessoas, apresentar a casa Espírita a outros companheiros, Curso Básico e até a Escola de Aprendizes do Evangelho.
Estará auxiliando a muitos irmãos a receberem Jesus em seus lares.

Sou espírita, mas não pertenço a um Centro Espírita da Aliança. Como aplicar?

Semear o Evangelho de Jesus cabe a todos nós cristãos, através de forma simples e amorosa, inclusive a nós espíritas. O aliancista trabalha motivado pelo ideal de Vivência do Espiritismo Religioso por meio de programas de trabalho, estudo e fraternidade para o Bem da Humanidade, que é a Missão da Aliança.

Sou voluntário em uma Casa Espírita com programas de evangelização promovidos pela Aliança Espírita Evangélica (AEE), como aplicar?

Deve começar sempre de forma simples, familiarizando-se com o ambiente, a estrutura e cultura da região de atuação, e procurar identificar como irá semear o Evangelho de Jesus, através de caravanas, vibrações, Evangelho no lar e, se possível aplicar os programas de evangelização promovidos pela AEE.

Posso divulgar no meu bairro, para os meus familiares ou somente em lugares longínquos?

Podemos iniciar com os nossos familiares, vizinhos, parentes, colegas de trabalho e tendo condições em qualquer outro lugar do nosso Planeta.

Como faço caso eu queira realizar um curso à distância?

Para maiores informações sobre os cursos à distância ministrados pela Aliança Espírita Evangélica, deve ser consultado o site http://www.alianca.org.br , pelo e-mail alianca@alianca.org.br ou pelo telefone (11) 3105.5894. Atualmente a AEE conta com os seguintes cursos a distância:
• Curso Básico de Espiritismo (CBE),
• Escola Aprendizes do Evangelho (EAE),
• Mocidade Espírita (ME).

Quais eventos sociais podem ser considerados como Projeto Paulo de Tarso?

Um evento é um acontecimento que tem como característica principal proporcionar uma ocasião favorável ao encontro de pessoas congregando-as em torno de um objetivo específico que, simultaneamente, constitui o seu principal tema e justifica a sua realização. Assim sendo, são compatíveis com este Projeto todos os eventos em que congregamos com o nosso Mestre Jesus.

Pertenço a Mocidade, como aplicar?

Pode iniciar com o Evangelho no Lar, vibrações das 22h, vibrações coletivas e divulgando a mensagem e os ensinamentos de Jesus com seus exemplos e atitudes. Pode também divulgar a Mocidade Espírita para jovens que tiverem interesse.

O que é vibrar? Qualquer pessoa pode ou só os espíritas?

Vibrar consiste em mentalizarmos nossos melhores sentimentos e direcionarmos a alguém ou a um grupo de pessoas, desejando que o bem se faça presente na sua vida ou em determinada situação que o outro esteja vivenciando.

O que é Evangelizar?

Consiste em divulgar a mensagem e os ensinamentos de Jesus Cristo, esclarecendo-os quando necessário e exemplificando-os por meio de ações.
O Evangelho pode ser levado a uma única pessoa ou a um grupo delas, independentemente de onde esteja, bastando para tanto, ter amor e força de vontade.

Anúncios